segunda-feira, 30 de julho de 2012

BRASIL AMAZÔNIA RECEBE MAIS UM PADRE

No dia 28 de julho foi ordenado presbítero o diácono jesuíta TOMÉ, na Ilha de Marajó-PA, pela oração da Igreja e imposição das mãos de Dom Aléssio Sacardo.


CONGREGAÇÃO DE PROCURADORES NA ÁFRICA




Algumas imagens da Congregação de Procuradores Jesúitas realizada em Nairobi.

quarta-feira, 25 de julho de 2012

Retiro para Jovens-Feira de Santana/BA

Aconteceu no último final de semana (21 e 22/07) na Chácara Santo Inácio de Loyola (Feira de Santana/BA), o retiro para jovens da comunidade do Sagrado Coração de Jesus, da Paróquia de Todos os Santos. O tema central do retiro foi o encontro de Jesus com a Samaritana: "Senhor dá-me desta água para que eu não venha a ter mais sede". Diante deste pedido da Samaritana, os jovens mergulharam em seus "poços", ou seja, no íntimo dos seus corações e refletiram sobre suas "sedes". E, por fim, beberam desta água da vida. 


Jesus revela-se como a água viva que vem matar a nossa sede de Deus e do sentido para a vida.


segunda-feira, 23 de julho de 2012

Encontro de Universitários

No último domingo (22/julho), aconteceu mais um encontro com universitários no Noviciado Nossa Senhora da Graça (Feira de Santana/BA). Neste, trabalhamos o tema "Juventude e pósmodernidade" a partir de um texto do P. João Batista Libânio, sj e da pesquisa sobre a juventude brasileira feita pela agência Box 1824. Contamos com participação de universitários não apenas de Feira de Santana, mas também de Amélia Rodrigues/BA.

Nosso próximo encontro será um Cine-fórum no dia 11 de Agosto.

VII Despertar Jovem - Feira de Santana/BA

No último sábado (21/julho), aconteceu o VII Despertar Jovem da Paróquia de Todos os Santos em Feira de Santana/BA. Foi um momento de reflexão e muita animação, onde além do Forró Vocacional assistimos a um curta chamado "Circo Borboleta".

Contamos com a participação de jovens das mais diversas comunidades da paróquia.

quinta-feira, 19 de julho de 2012

"Conheci um Jesus alegre, jovem e disposto."

Em um mês, dois jovens Venezuelanos ficaram no meio da juventude brasileira fazendo uma experiência de contato e de identificação da realidade dos jovens. Jaison e Gregorio, partilharam sua vida, fizeram boas amizades, juntaram-se à juventude da CIJ para contemplar Nosso Senhor Jesus  na alegria, na coragem e no jeito de ser jovem. Abaixo um relato sobre a experiência no Brasil, escrito por Jaison Perales.


"Nesta experiência fui contemplado com diversas aprendizagens. Uma delas foi conhecer um Jesus alegre, jovem, disposto a servir a qualquer momento, este Jesus o pude reconhecer no rosto de cada um dos jovens que fazem parte da CIJ.
Desfrutei muito poder partilhar com jovens que estão dispostos a seguir Jesus e a estender sua palavra sem medo e com orgulho. Sinto que esta  é a juventude que o mundo inteiro precisa para poder construir uma realidade melhor.
Estou sinceramente muito agradecido por todas as pessoas que conheci e pelo Jesus que pude reconhecer em cada uma delas, todos tem algo especial que me inspiram a seguir adiante dando o melhor de mim, em quanto vou indo pelos caminhos que Deus me prepara.
Agora volto a Venezuela muito alegre porque sei que existem bons jovens que trabalham e lutam para melhorar o nosso redor. Convido a todos a carregar a cruz de Cristo, uma cruz diferente para cada pessoa, uma cruz que não podemos deixar cair, uma cruz que se deve carregar convencidos de que ao final de nossa vida, fizemos o melhor, uma cruz que representa as realidades que vivem os países, que vivem as pessoas e que vivem nossos jovens. Uma realidade com muitas dificuldades, com muitas injustiças. E para carregar a cruz devemos ter consciência e contemplar a realidade que vivemos mas sem nos conformar com isso. É melhor lutar pela superação de todos, ajudar os que a sociedade marginaliza.
Sejamos então líderes para o mundo e combatamos as injustiças, festejemos o amor sempre e em todo momento nos deixando guiar por Jesus que nos conduz ao nosso Pai."


Desejamos a eles um bom reencontro com a família e amigos! Força na caminhada "hermanos"!


Você pode encontrá-los no facebook! Não perca contato! http://www.facebook.com/jaisonantonio.peralesmartinez
http://www.facebook.com/joseferpipo

segunda-feira, 16 de julho de 2012

Encontro com as lideranças juvenis em Fortaleza


Os dias 7 e 8 de julho de 2012 marcaram a caminhada das lideranças juvenis da Paróquia do Mondubim. O encontro reuniu a coordenação de vários trabalhos desenvolvidos com a juventude da nossa Paróquia, o que nos revelou a diversidade de carismas na evangelização e promoção da juventude do Mondubim. Além da oportunidade de convivência entre as lideranças, momentos de partilha e oração, conhecimento de si e do outro, o encontro nos propôs uma rica avaliação das atividades desenvolvidas no primeiro semestre do ano, bem como o planejamento de atividades para os próximos meses.

O encontro representou para mim, enquanto pessoa e liderança juvenil, a maravilhosa experiência de ouvir a vontade de Deus para a evangelização da juventude nos dias atuais. Ficou evidente o grande desafio dessa missão, mas foi fascinante perceber que o Cristo amigo caminha conosco e nos encoraja a incendiar ainda mais a juventude na Igreja servindo do jeito que Ele serviu. Ressalto aqui a pergunta transformadora que Deus plantou em nossos corações: “O que devo fazer?”. Essa pergunta nos impulsionou a ir além... Com certeza, a juventude da Paróquia do Mondubim será ainda mais transformada depois destes dias. Minha gratidão aos Jesuítas da paróquia do Mondubim, aos coordenadores, e especialmente à nossa colaboradora de missão Evenice Neta e ao querido Ir. Bira.
Reconhecendo que a alegria da minha juventude é Jesus e que outros jovens precisam descobri-la, ao final do encontro só havia um sentimento pulsando em meu coração: “Todos os dons que me destes com gratidão vos devolvo. Disponde deles, Senhor, segundo a vossa vontade!”


João Paulo Maciel



Jovens lideranças da Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro encontraram-se para refletir, partilhar a vida, fazer projetos para esse ano e avaliar o semestre que passou. Essa experiência foi bela, pois conhecemos melhor o companheiro de luta, percebemos no irmão semelhanças nas histórias partilhadas e vimos no olhar de cada jovem a presença de Jesus. Saí do encontro com o laço de amizade e companheirismo mais forte, pois bebemos da mesma fonte, que é Jesus, agradeço a Deus e a Companhia de Jesus pela experiência.

Nairton





sábado, 7 de julho de 2012

PADRE ARRUPE: O PROFETA


É difícil falar pouco desse profeta basco, médico, jesuíta, provincial da Província do Japão, eleito Padre Geral da Congregação em 1965 quando terminava o Concílio Vaticano II. Nos últimos anos de sua vida, sofreu duas tromboses: uma em 1981, voltando da Ásia, e outra em 1980. Porém, o Papa João Paulo II só aceitou sua renúncia em 1983. Foi “Geral” da Congregação durante 18 anos. Este “santo” (para muitos) partiu para a casa do Pai com 84 anos, em 1991.
O Padre Arrupe encarnou o lema dos jesuítas definido na 32ª Congregação Geral: “Serviço da Fé e Promoção da Justiça”. Seu amor pelos empobrecidos nasceu em Madri, quando estudava Medicina. Desde cedo, quis ser missionário no Japão, mas foi atendido em seu desejo só aos 31 anos. Quando a bomba atômica explodia sobre Hiroshima, em 1945, ele era Mestre de Noviços naquela cidade. Com o passar do tempo, esta bomba se converteu, para o Padre Arrupe, em uma explosão simbólica que o despertou para uma nova era de sua vida.
Pedro Arrupe merece muitos adjetivos: missionário, mensageiro da esperança, alegre, corajoso, otimista... Foi eleito Geral aos 58 anos, sabendo animar e desafiar seus companheiros espalhados por todo o mundo, apesar de algumas grandes dificuldades, inclusive de relacionamento com a Cúria Romana. Além de tudo, era um otimista. “Tenho plena confiança na semente que Deus plantou no ser humano”. 
Foi profeta dentro da Companhia de Jesus, diante das Congregações Religiosas e diante da própria Igreja. Sabia falar de Igreja, de mundo moderno, de diálogo com os ateus, de inculturação. Encarnou em si todas as coragens que nasciam do Concílio Vaticano II. Foi com eles que se criou, na Companhia de Jesus, o Secretaria dos Refugiados.
Se há profecia na Igreja, isso pode ser contemplado na vida que Pedro Arrupe viveu. Mesmo enfrentando 8 anos de “doença” que o levava à “inutilidade”, nunca perdeu o sorriso; até nos momentos delicados que a Companhia de Jesus viveu naqueles anos. Abraçou de corpo inteiro o que dizia o Decreto 4 da 32ª Congregação Geral: A missão da companhia de Jesus, hoje,é o serviço da fé, do qual a promoção da justiça constitui exigência absoluta. Eleito Geral, logo perguntou para os 236 jesuítas congregados, se estavam conscientes do que acabavam de votar e aprovar.
Quando se despediu, como Geral, em 1983, ele dizia que estava seguro que sabia e se sentia e se experimentava estar totalmente nas mãos do Senhor. Padre Pedro Arrupe, rogai por nós!
Texto: Hilário Dick, Sj
Imagem: Jesuit.org

PASSEIO DA COMUNIDADE CIJ EM BATURITE

Dia 02 de julho, os jovens vocacionados em discernimento na Casa Inaciana da Juventude, juntamente com os dois jovens venezuelanos (Joilson e Gregório), e o chileno (Cristobal), fizemos um passeio para Baturité, afim de conhecer a antiga Escola Apostólica, mais conhecida como "Mosteiro dos Jesuítas", hoje uma Casa de Retiro.
Foi um agradável dia de convivência, em contato com a exuberante natureza daquele lugar, além de encontrarmos os companheiros jesuítas que levam a frente a missão daquela casa, assim como os companheiros que estavam chegando para fazer seu retiro anual naquele dia.

Em sintonia e comunhão de orações, estamos rezando para que todos façam uma boa experiência.

quinta-feira, 5 de julho de 2012

RETIRO DA PROVÍNCIA BNE EM BATURITÉ

Desde o dia 02 de julho até o dia 10, está acontecendo em Baturité o retiro da província, orientado pelo Pe. Adriano Piguetti. Neste retiro também estão presentes várias religiosas, leigos e leigas, além de contar também com a colaboração de três vocacionados da Casa Inaciana da Juventude que estão ajudando na estrutura do retiro.
Pedimos a Deus que todos os exercitantes, assim como a equipe que está acompanhando, façam uma boa e profunda experiência de encontro com o Mestre.
A todos, nossas orações.

terça-feira, 3 de julho de 2012

JESUÍTAS REÚNEM PROCURADORES DO MUNDO INTEIRO EM NAIROBI


Roma (RV) – A partir de 9 de julho, ao menos por uma semana, delegados jesuítas de todo o mundo vão participar da Congregação de Procuradores, na capital do Quênia.

Esta será a primeira vez que a Congregação dos Procuradores, que já está na 70ª edição, acontecerá fora da Europa. Serão 84 Procuradores eleitos por suas províncias e outros 13 que participarão como ex officio. No total, 7 procuradores são da África, 14 da América Latina, 18 do Sul Asiático, 7 da Ásia do Pacífico, 29 do Sul, Leste e Oeste Europeus e 9 dos Estados Unidos.
A Congregação dos Procuradores é convocada, a cada quatro anos, pelo Padre Geral depois do encerramento da Congregação Geral. Regiões dependentes e independentes não estão convocadas a enviar um membro, mas enviam a Roma um relatório e o Padre Geral pode convidá-las a estarem presentes. O objetivo principal da Congregação dos Procuradores é decidir como a Congregação Geral seja convocada. Outro papel principal dos Procurados é discutir o estado geral da Companhia de Jesus numa dimensão universal.
As discussões podem clarificar se uma Congregação Geral é garantida.  Congregação dos Procuradores não tem poder para legislar, mas se os membros pensam que isso seja necessário, podem suspender decretos determinados por Congregações Gerais anteriores. A suspensão será validada até o próximo encontro da Congregação.


A Congregação de Procuradores


Santo Inácio de Loyola, conhecendo o difícil trabalho dos jesuítas e a distração as quais estavam sujeitos, desencorajou encontros da Congregação Geral em períodos definidos. (Const. n. 677). Contudo, mais tarde, teve claro que o Superior Geral se comunica com Companhia de Jesus por meio de cartas e também dos jesuítas que deveriam vir das províncias, ao menos uma vez a cada três anos de cada província (e a cada três anos para aqueles da Índia).
Os textos de Inácio, e o desejo expressado pelo Papa, levaram ao Segundo encontro da Congregação Geral (1565), presidido por São Francisco de Borgia, à época eleito Superior Geral o qual propôs o estabelecimento de uma Congregação de Procuradores que se reuniria a cada três anos. A primeira Congregação de Procuradores foi convocada em 1568 e até o início do século XVIII as Congregações Gerais e as Congregações dos Procuradores procederam regularmente. Durante a Congregação Geral 34 (1995), fora decidido que a Congregação dos Procuradores deveria ser realizada a cada quatro anos. A maioria das Congregações dos Procuradores aconteceu em Roma, com exceção para as de 1886 e 1889, realizadas em Florença e aquela de 2003, em Loyola.


Jesuítas no mundo


Em janeiro de 2009 os jesuítas no mundo eram 18.516, dos quais 13.112 sacerdotes, 2.920 estudantes, 1.675 irmãos e 809 noviços.