terça-feira, 30 de novembro de 2010

Evangelho do Dia: Mt 15,29-37 (01/12/2010)

"Naquele tempo, Jesus foi para as margens do mar da Galileia, subiu a montanha e sentou-se. Numerosas multidões aproximaram-se dele, levando consigo coxos, aleijados, cegos, mudos e muitos outros doentes. Então os colocaram aos pés de Jesus. E ele os curou. O povo ficou admirado quando viu os mudos falando, os aleijados sendo curados, os coxos andando e os cegos enxergando. E glorificaram o Deus de Israel. Jesus chamou seus discípulos e disse: “Tenho compaixão da multidão, porque já faz três dias que está comigo e nada tem para comer. Não quero mandá-los embora com fome, para que não desmaiem pelo caminho”. Os discípulos disseram: “Onde vamos buscar, neste deserto, tantos pães para saciar tão grande multidão?” Jesus perguntou: “Quantos pães tendes?” Eles responderam: “Sete e alguns peixinhos”. E Jesus mandou que a multidão se sentasse pelo chão. Depois pegou os sete pães e os peixes, deu graças, partiu-os e os dava aos discípulos, e os discípulos, às multidões. Todos comeram e ficaram satisfeitos; e
encheram sete cestos com os pedaços que sobraram".

- Qual é o meu verdadeiro alimento? eu tenho fome de que?
- Quem me sustenta? a quem eu sigo quando tenho fome?
- No caminhar com Cristo não deve ficar ninguém para trás, há lugar para todos. Pois, só ele tem o verdadeiro alimento para nós.
- Como me relaciono com os famintos desse mundo de hoje? (famintos de todas as fomes: material, espiritual...) tenho compaixão para com eles?

segunda-feira, 29 de novembro de 2010

Evangelho do dia Mt 4,18-22

"segui-me"

Terça-Feira, 30 de Novembro de 2010

Naquele tempo, quando Jesus andava à beira do mar da Galileia, viu dois irmãos: Simão, chamado Pedro, e seu irmão André. Estavam lançando a rede ao mar, pois eram pescadores. Jesus disse a eles: “Segui-me, e eu farei de vós pescadores de homens”. Eles imediatamente deixaram as redes e o seguiram. Caminhando um pouco mais, Jesus viu outros dois irmãos: Tiago, filho de Zebedeu, e seu irmão João. Estavam na barca com seu pai Zebedeu, consertando as redes. Jesus os chamou. Eles imediatamente deixaram a barca e o pai, e o seguiram.

Dia de Santo André, apóstolo (mártir da fé) foi martirizado numa cruz em forma de X, a qual recebeu do santo este elogio: "Salve Santa Cruz, tão desejada, tão amada. Tira-me do meio dos homens e entrega-me ao meu Mestre e Senhor, para que eu de ti receba o que por ti me salvou!"



Para meditação:
- sinto seu chamado em minha vida?
- Jesus chama no dia-a-dia, no corriqueiro... Ele sempre nos fala ao coração!
- O que eu preciso deixar para seguir Jesus?
-Como posso melhorar a minha capacidade de escuta e compreensão da vontade Deus em minha vida?
- Por Cristo sou capaz de dar a minha vida como Santo André?

domingo, 28 de novembro de 2010

O jesuíta que criou o hipertexto


No dia 28 de novembro, o padre jesuíta Roberto Busa (foto), que ensinou a arte da escrita aos computadores, completa 97 anos.

A reportagem é de Stefano Lorenzetto, publicada no jornal L'Osservatore Romano, 28-11-2010. A tradução é de Moisés Sbardelotto.

Agora que está para cumprir 97 anos, o homem que ensinou aos computadores a arte da escrita não é mais capaz de raciocinar em frações de milissegundos. A cada pergunta, leva as mãos unidas diante da boca, olha para o infinito, medita longamente. Mas a sua mente obedece ainda à linguagem binária, porque articula cada resposta por pontos, dizendo "primeiro", depois "segundo", nunca "terceiro", e, enquanto isso, conta nos dedos, começando pelo mindinho para chegar ao polegar, como fazem os norte-americanos. Não existe uma palavra, entre aquelas que lhe saem pela boca, que seja supérflua ou pronunciada aleatoriamente.

Se existe uma santidade tecnológica, acredito tê-la encontrado: tem o rosto do padre Roberto Busa, jesuíta. Por isso, ajoelhe-se, você também, leitor, diante deste velho padre, linguista, filósofo e especialista em informática, que teve por colega de seminário Albino Luciani, o futuro João Paulo I. Se você navega na Internet, você deve isso a ele. Se você pula de um sítio para o outro, clicando nos links destacados em azul, deve isso a ele. Se você usar o computador para escrever e-mails e documentos de texto, deve isso a ele. Se você pode ler este artigo, deve e devemos e ele.
Fonte: IHU - Instituto Humanitas Unissinos.
Para ler a matéria e entrevista com o Pe. Roberto Busa sj, acesse o link:
http://www.ihu.unisinos.br/index.php?option=com_noticias&Itemid=18&task=detalhe&id=38755

Liturgia do Dia - Primeiro Domingo do Advento



Mateus 24,37-44

Naquele tempo, Jesus disse aos seus discípulos: “A vinda do Filho do Homem será como no tempo de Noé. Pois nos dias, antes do dilúvio, todos comiam e bebiam, casavam-se e davam-se em casamento, até o dia em que Noé entrou na arca. E eles nada perceberam, até que veio o dilúvio e arrastou a todos. Assim acontecerá também na vinda do Filho do Homem.
Dois homens estarão trabalhando no campo: um será levado e o outro será deixado. Duas mulheres estarão moendo no moinho: uma será levada e a outra será deixada.
Portanto, ficai atentos, porque não sabeis em que dia virá o Senhor.
Compreendei bem isto: se o dono da casa soubesse a que horas viria o ladrão, certamente vigiaria e não deixaria que a sua casa fosse arrombada.
Por isso, também vós ficai preparados! Porque, na hora em que menos pensais, o Filho do Homem virá”.

Para meditação:

Como tenho me preparado para o meu dia do encontro com o Senhor?
Assim como Noé, qual a barca deve ser construída hoje?
Qual é o dilúvio de hoje?
Estou sendo Firme?
Acolho a Palavra de Deus em minha vida, como Noé?
Tenho procurado manter a postura de vigilante - Desperto?

Chegou o Advento - Início do nosso Ano Litúrgico.


O Ano Litúrgico Calendário Litúrgicoé composto por dois grandes ciclos, Natal e Páscoa, e,dependendo do ano, por um longo período de 33 ou 34 semanas, chamado de Tempo Comum.

Ciclo do Natal
O Ano Litúrgico da Igreja não concide com o ano civil. Ele tem início com o Advento, período de alegre espera, de esperança, de preparação para a chegada de Cristo que vem no Natal e de seu eminente retorno. Após as quatros semanas do Advento, celebramos o mistério da encarnação e do nascimento humano do Verbo divino no Natal. O Verbo se faz carne e vem habitar entre nós.

Na semana seguinte ao Natal celebramos a Epifania, onde Jesus se manifesta às nações como o Filho de Deus.

O ciclo do Natal se encerra com a celebração do Batismo do Senhor, que marca o início da missão de Jesus que culminará com a Páscoa.

A cor litúrgica no primeiro, segundo e quarto domingo do Advento é o roxo, ou o lilás. No terceiro domingo a cor é rosa, para simbolizar a alegria. Nos demais domingos quando se celebra o tempo do Natal a cor usada na liturgia é o branco.

Primeira Parte do Tempo Comum
Após celebrarmos o Batismo do Senhor iniciamos o chamado Tempo Comum que se extende até a terça-feira anterior à Quarta-Feira de Cinzas. É um tempo destinado ao acolhimento da Boa Nova do Reino de Deus anunciado por Jesus.

A cor litúrgica usada no Tempo comum é o verde.

Cíclo da Páscoa
O ciclo da Páscoa começa com a celebração da Quarta-Feira de Cinzas. Iniciamos assim a Quaresma. São quarenta dia nos quais a Igreja nos convida de uma forma especial à prática da caridade, penitência, oração, jejum e, principalmente, conversão. Durante a Quaresma não se canta "aleluias" e evita-se ornamentar as igrejas com flores. Ao final da Quaresma, inicia-se a Semana Santa, que vai desde o Domingo de Ramos, onde celebramos a entrada triunfal de Jesus em Jerusalém, anunciando a proximidade da Páscoa até o Domingo de Páscoa. De quinta a sábado celebramos o Tríduo Pascal. A Quinta-Feira Santa é o dia em que recordamos a instuição da Eucaristia. A Sexta-Feira Santa é o único dia do ano em que não se celebra a Eucaristia, mas sim a Paixão e Morte de Jesus. No Sábado Santo é o dia da Vigília Pascal, na qual celebramos a Ressurreição do Senhor. Cinquenta dias após a Páscoa, celebramos o Pentecostes, que assinala o nascimento da Igreja iluminada pela presença vivificadora do Espírito Santo.

A cor litúrgica da Quaresma é roxa. E a do periodo da Páscoa é branca e no Pentecostes é usada a vermelha.

A Conferência Nacional do Bispos do Brasil (CNBB) propõe a cada ano durante o período da Quaresma um período de vivência concreta de gestos de fraternidade em torno de um tema comum. É a chamada Campanha da Fraternidade. Assim a quaresma se reveste de um significado atual dentro de um convite à reflexão e a prática do amor fraterno. Nesse ano, a Campanha da Fraternidade 2003 tem como tema: Fraternidade e as Pessoas Idosas, e como Lema: Dignidade, Vida e Esperança.

Segunda Parte do Tempo Comum
Na segunda-feira após o Domingo de Pentecostes a liturgia da Igreja prossegue o tempo comum que se extende até o sábado anterior ao Primeiro Domingo do Advento (v. Ciclo de Natal).

Como no primeiro período do tempo comum, volta-se a usar o verde nas celebrações litúrgicas.

As leituras das Celebrações
A cada ano, a Igreja propõe diferentes leituras seguindo os evangelhos sinóticos: assim temos o Ano A, centrado em Mateus; O Ano B, centrado em Marcos; e o Ano C, centrado em Lucas, com inserções de João (que também está presente nos outros anos litúrgicos em ocasiões especiais). Este ano, por exemplo é o Ano Litúrgico B. Assim sendo, o Evangelho de Marcos será proclamado na maioria de nossas celebrações litúrgicas.

Na celebração dominical são proclamadas três leituras: uma do Antigo Testamento e duas do Novo Testamento. O Salmo responsorial é a nossa resposta meditativa à primeira leitura. Ele pode ser cantado, recitado, ou apenas o refrão ser cantado e os versos recitados. (Fonte: http://www.jesuitas.org.br/liturgia/ano.htm)

sábado, 27 de novembro de 2010

Evangelho do Dia: Lc 21,34-36

Naquele tempo, disse Jesus a seus discípulos: “Tomai cuidado para que vossos corações não fiquem insensíveis por causa da gula, da embriaguez e das preocupações da vida, e esse dia não caia de repente sobre vós; pois esse dia cairá como uma armadilha sobre todos os habitantes de toda a terra.
Portanto, ficai atentos e orai a todo momento, a fim de terdes força para escap
ar a tudo o que deve acontecer e para ficardes de pé diante do Filho do Homem”.

O Que ocupa o meu coração hoje?
quais são as minhas preocupações?
Como está a minha vida de oração?
Em minha oração tenho presente que é um momento de encontro? de intimidade? tenho claro que Deus quer falar comigo?

Ser Jesuíta: Solidariedade com os Pobres



"Nossa missão será tanto mais válida, quanto mais nos solidarizarmos com os pobres. A obediência nos envia. É a pobreza, porém, que dá credibilidade à nossa missão. Juntamente com muitos outros religiosos, queremos, pois, fazer a nossa opção preferencial pelos pobres, como propões a Igreja. Esta opção consiste na decisão de amar os pobres mais do que os outros, em vista do bem-estar verdadeiro de toda a família humana. Este amor, como o amor do próprio cristo, não exclui ninguém e a ninguém dispensa de suas exigências. Esta opção deve exprimir-se de algum modo concreto, direta ou indiretamente, na vida de cada jesuíta, bem como na orientação de nossos trabalhos atuais e na escolha dos ,ministérios". (CG 33, d1, n. 4)
Esta é a Companhia de Jesus, esta é a nossa vida. Somos chamados a ser como Jesus...
Somos chamados a mostrar em nossa vida a ação amorosa e misericordiosa de Deus.
Cristo é o centro de nossa opção, pois ele está nos pobres e excluídos de nossa sociedade.
Ele é a razão maior de nossa consagração. (Pe. Laércio.sj - laerciosj@yahoo.com.br; jesuitavocacao@gmail.com)


sexta-feira, 26 de novembro de 2010

Evangelho do dia: Lc 21,29-33






O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Lucas.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, Jesus contou-lhes uma parábola: “Olhai a figueira e todas as árvores.
Quando vedes que elas estão dando brotos, logo sabeis qu
e o verão está perto.
Vós também, quando virdes acontecer essas coisas, ficai sabendo que o Reino de Deus está perto.
Em verdade, eu vos digo: tudo isso vai acontecer antes que passe esta geração.
O céu e a terra passarão,
mas as minhas palavras não hão de passar.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.

Quais são os sinais em minha vida que mostram que o Reino de Deus está perto?
Como estou vivendo a intimidade e proximidade para com Jesus?
De que forma o mundo, hoje, nos aponta caminhos de aproximação para com o Reino de Deus?
sentimos o Reino de Deus já acontecendo em nosso hoje?

O mais importante de tudo é perceber que o Reino de Deus está, como disse Jesus noutro Evangelho, no meio de nós.
fiquemos atentos, vivamos a ousadia da fé. Produzamos frutos e construamos juntos um mundo novo, vivamos a intimidade com o Senhor que é o dono de tudo.


NOSSA VIDA, MISSÃO, DESAFIOS E OPORTUNIDADES. SER JESUÍTA HOJE!


UM MODO DE VIDA INSEPARAVELMENTE APOSTÓLICO E RELIGIOSO: Sendo "o objetivo da Companhia de Jesus ajudar as pessoas e a si mesmos a alcançar o último fim para o que foram criados", é necessário que a nossa vida, tanto a dos sacerdotes como a dos Escolásticos e dos Irmãos seja juntamente apostólica e religiosa. A íntima relação entre o apostólico e o religioso deve na Companhia de Jesus informar toda nossa maneira de viver, de orar, de trabalhar e imprimir-lhe carácter apostólico. (Congregação Geral 31, d.13, n. 3).

Continuemos rezando e buscando dentro de nós a resposta certa para o convite do Senhor para nossas vidas. O tempo passa, a vida... "de que vale ganhar este mundo e perder a sua verdadeira vida"?

Não ter medo dos desafios de hoje, do mundo de hoje, dos desafios de nossa realidade atual é uma característica de quem deseja ser JESUÍTA ou seja: Ser um homem para os demais, nao compactuar com a mediocridade vigente... Busquemos a verdade que nos liberta! Sejamos Companheiros de Jesus!

Preparemos nosso coração para a festa de São Francisco Xavier o grande Missionário Jesuíta... Pe. Laércio.sj



quarta-feira, 24 de novembro de 2010

Testemunho: Pós Trilha - Aquiraz/Horizonte

"gostei muito da experiência e do banho de cultura que recebemos naquelas terras. Foi bonito saber um pouco mais da vida e missão dos Jesuítas aqui no Ceará"

"Ide e incendiai o mundo (a juventude) no amor de Deus"

terça-feira, 23 de novembro de 2010

Dia do Beato Miguel Algustinho Pró. Mártir


JESUÍTA mexicano foi assassinado gritando VIVA CRISTO REI, não teve medo da morte por Cristo e seu Reino no dia 23 de novembro de 1927 na Cidade do México. Foi beatificado pelo Papa João Paulo II em 1988. Foi assassinado sem ser julgado ou mesmo, sem provas alguma contra ele. Que a firmeza da fé desse Jesuíta e a sua liberdade a ponto de entregar sua vida, nos faça cada vez mais fiéis ao que Cristo nos confia hoje.

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

Pós Trilha Inaciana em Aquiraz e Horizonte / 21 de nov. de 2010


Caminhamos por terras sagradas em Aquiraz (antiga capital cearense)... Lá estiveram os antigos jesuítas, fundaram o Real Hospício do Ceará (casa de hospedagem dos jesuítas que passavam para as missões), depois fundaram o primeiro seminário do Ceará. (1727). Hoje, ainda encontramos algumas peças desse período no museu da cidade, as ruínas da Igreja de N. S. da Assunção (capela dos Jesuítas) e a Antiga Igreja Matriz. Celebramos e fizemos memória da vida e testemunho desses homens que foram desbravadores e corajosos profetas da verdade.

sexta-feira, 19 de novembro de 2010

Viva São Roque Gonzales e companheiros mártires jesuítas


São Roque González e companheiros mártires
Com alegria celebramos a santidade destes Jesuítas que deram a vida pela fé, amor e esperança em Jesus Cristo, são eles: Roque Gon
zález e seus companheiros Afonso Rodríguez e João del Castillo.

Roque González nasceu em Assunção do Paraguai, em 1576, e estudou com os Padres Jesuítas, que muito aju
daram-no a desenvolver seus dotes humanos e espirituais.

O coração de Roque González sempre se compadeceu com a realidade dos indígenas oprimidos, por isso ao se formar e ser ordenado Sacerdote do Senhor, aos 22 anos de idade, foi logo trabalhar como padre diocesano numa aldeia carente. São Roque, sempre obediente à vontade do Pai do Céu, entrou no noviciado da Companhia de Jesus, com 33 anos, e acompanhado com outros ousados missionários, aceitou
a missão de pacificar os indígenas.

São Roque González fez de tudo para ganhar a todos para Cristo, portanto aprendeu além das línguas indígenas, aprofundou-se em técnicas agrícolas, manejo dos bois e vários outros costumes da terra. Os Jesuítas - bem ao contrário do que muitos contam de forma injusta - tinham como meta a salvação das almas, mas também a promoção humana, a qual era e é a consequência lógica de toda completa evangelização.

Certa vez numa dessas reduções que levavam os indígenas para a vida em aldeias bem estruturadas e protegidas dos
colonizadores, Roque González com seus companheiros foram atacados, dilacerados e martirizados pelos índios... desde 1628, estão na Glória Celeste.

Em 1988, o Papa João Paulo II canonizou os três primeiros mártires sul-americanos: São Roque González, Santo Afonso Rodríguez e São João del Castillo.

São Roque González e companheiros mártires, rogai por nós! (fonte: Cancão Nova)

quinta-feira, 18 de novembro de 2010

JESUITAS DO NORDESTE EM DISCERNIMENTO...


Já alguns meses atrás foi dado início ao processo de escolha do novo provincial da Província Brasil Nordeste da Companhia de Jesus. Um perfil do futuro provincial foi traçado por cada comunidade,nesses dias houve a Consulta Ampliada e a Consulta de Província nas quais foi trabalhado em clima de discernimento a elaboração da "terna" (três nomes dos possíveis provinciais) que deverá ser enviada ao Pe. Geral Adolfo Nicolas.
Ficamos agora aguardando o resultado do discernimento, que o Pe Geral, juntamente com os seus assistentes, deverá levar adiante.
Rezemos todos por esse processo, a fim de que Deus ilumine, conceda luz, sabedoria e discernimento a todos quantos estejam envolvidos nesse processo final.


Pe. José Acrízio (atual Provincial da BNE), Pe. Carlos Palácio (Provincial do Brasil), Pe. Marco Recolons (Assistente do Pe. Geral)

Terceira Provação no México - DOIS JESUÍTAS PARAIBANOS

Pe. Sérgio José (segundo da esquerda para direita), Pe. Vanildo (primeiro da direita) ambos na fila inferior.

JESUÍTAS DE NOSSA PROVÍNCIA NA TERCEIRA PROVAÇÃO NO MÉXICO

Queridos companheiros, espero que este email encontre a todos bem na vida e missão... aproveito o domingo de descanso para mandar notícias deste lado de cá...

Passada a primeira semana em terras Mexicanas, já posso partilhar algumas impressões... primeiramente confesso que estou estranhando este tempo de parada e de não ter muita coisa para fazer, apesar de estar de volta ao tempo de noviciado com tarefas mais dentro de casa... como também saudades de Salvador...

O sol aparece por aqui, mas é só para enganar, pois já estamos chegando aos 4 graus de frio... embora o inverno só chegue oficialmente em dezembro, e siga até março.

Na foto que envio aparecem as caras dos 8 jesuítas que fazem parte do grupo: na parte de cima temos da Argentina, Peru, Venezuela e Bolívia; em baixo temos da Argentina, Brasil, Itália e outro do Brasil.

Somos um grupo pequeno, que com o padre que nos acompanha (que não aparece na foto!!!), formamos a comunidade dos tercerones (aqueles que fazem última experiência de formação, chamada Terceira Provação). Estaremos aqui na Casa de Retiros num povoado chamado Puente Grande, que está a 40 min de Guadalajara, até o dia 28, quando vamos para experiências fora, vivendo com o povo em cidades/paróquias até o dia 28 de dezembro.

Neste momento estamos tendo tempo para nos conhecermos mais pessoalmente e como grupo, como também para estudarmos os documentos das últimas CCGG da SJ, onde somos chamados a conhecer ainda mais no desejo de nos incorporarmos definitivamente nela como jesuítas...

Recebam meu abraço forte, e a certeza das lembranças pelas orações e corações, principalmente neste momento em que estamos discernindo e planejando nossa vida e missão na BNE e no Brasil como um todo... com orações!!!” (Pe. Sérgio José, SJ)

quarta-feira, 17 de novembro de 2010

DNJ paroquial - Fortaleza - Mondubim



Nosso DNJ-Paroquial foi uma experiência de reflexão, oração partilha. No Sábado a noite tivemos uma mesa redonda com dois facilitadores, o tema central foi o exterminio da juventude e as violências que os afetam. Para esse momento colaborou conosco dois leigos: Ricardo (sociólogo) e Rosinha (leiga engajada nos movimentos sociais).


No domingo, estivemos na Escola Presidente Vargas refletindo sobre: Juventude muita reza, muita festa, muita luta - Todos contra o extermínio da Juventude. Tivemos as oficinas de Arte e cultura, Mídias e tecnologias, espiriualidade, fé e política.
Queremos deixar nossa maca no mundo, queremos ser protagonista desta nova sociedade.
Nosso encontro aconteceu sábado dia 13 a noite e dia 14 toda a manhã.
Continuemos rezando pela nossas juventudes.

terça-feira, 16 de novembro de 2010

Assistente do Padre Geral está entre nós.


O Pe. Marcos Recolons (Jesuíta da Bolívia) é o assistente do Pe. Geral em Roma, Adolfo Nicolás, ele está em nossa província (Nordeste do Brasil). Estamos em processo de eleição de um novo provincial, por isso, ele está nos visitando para nos escutar e poder ajudar no discernimento do Pe. Adolfo em sua decisão final. Esteve em Recife, Fortaleza... e agora está em Salvador. Rezemos por este processo, por nossa província e pela Companhia de Jesus no mundo todo.

sábado, 13 de novembro de 2010

Pe. Provincial na Comunidade Vocacional São Pedro Claver - Fortaleza-CE

O Pe. Acrízio visitou a Comunidade Vocacional e escutou os quatro canditados ao noviciado para o ano de 2011. Entre conversas, convivências e partilhas, celebramos a eucaristia selando este momento significativo da casa e dos jovens. A visita aconteceu nos dias 10, 11 e 12.
Nossa missão continua! Rezemos pelas vocações e pela juventude...

quinta-feira, 11 de novembro de 2010

Encontro de Universitários - Fortaleza-CE

O convite está feito, venha conosco partilhar o seu modo de ver e sentir as eleições deste ano.

segunda-feira, 8 de novembro de 2010

DNJ paroquial 2010 - Juventude, muita reza, muita luta e muita festa.


O GTJ paroquial (grupo de lideranças juvenil da paroquia do Mondubim) - está preparando seu DNJ em comunhão com a Igreja do Brasil. Momento de celebrar, partilhar e crescer como juventude que se preocupa com a realidade.

Dias 13 e 14.

Venha participar conosco!

MENSAGEM FINAL DA 21ª ASSEMBLÉIA DA CPAL



A todos nossos companheiros jesuítas e colaboradores(as)

De 02 a 06 de novembro, Provinciais e Superiores regionais da América Latina e Caribe, nos reunimos no Centro de Espiritualidade Santos Mártires de Limpio, Paraguay. A memória histórica ds reduções e a entrega de seus grandes missionários jesuítas, animaram nossos trabalhos. Foi nossa 21ª Assembléia da CPAL (Conferência dos Provinciais Jesuítas da América Latina). Todos conseguimos chegar a reunião e nesta ocasião contamos com a grata presença do Pe. Geral Adolfo Nicolás que, concluído o encontro, visitará as Provincias do Paraguay, Argentina-Uruguay e Chile. Além dos Assistentes, esteve presente também o Superior Regional e o responsável pelos ministérios pastorais na Guyana, assim como o Sócio da Região da Jamaica e o representante do Provincial do Canadá francês e Haiti. Também foi convidado para nos oferecer uma informação, o Coordenador Geral da Federação Fé e Alegria.

Na primeira manhã nos dedicamos a escutar o Pe. Geral que falou sobre sua visão da Companhia Universal, seus grandes caminhos depois da Congregação Geral 35ª e o momento apostólico que vivem os jesuítas hoje. O restante do tempo foi dedicado a escutar a Conta de Consciência dos Provinciais.

O tema central desta reunião foi o Projeto Apostólico Comum (PAC). Na assembléia anterior foi estudado e aprovado as seis grandes prioridades deste projeto, que segundo nosso sentir, foram bem recebidas nas provincias. Agora em clima de discernimento, tratamos de estabelecer os objetivos e ações que constituirão a agenda para os próximos 10 anos. Além disso, tratamos de determinar os responsáveis e os prazos para implementar as referidas ações. Foi um tempo de intenso diálogo, elaboração, aprofundamento do texto e acordos para fazer possível sua implementação. Vimos que o documento ainda deve ser trabalhado na próxima assembleia. Abordamos ainda outros assuntos de governo ordinário como o Regulamento e pressuposto 2011 da CPAL. Escutamos também as demandas especiais da Companhia no Haiti.

Como parte de nosso encontro, pudemos rezar, celebrar e compartilhar juntos nesta comunidade de Provinciais em dispersão que formamos duas vezes por ano. Em um ambiente de Eucaristia, despedimos, agradecidos, o nossso secretário Pe. Martinho Lenz, que em março será substituído pelo Pe. Juan Miguel Zaldúa. Uma das tardes presidiu a Eucaristia Dom Cuquejo, Arcebispo de Assunção, acompanhado pela Conferência Episcopal e o Núncio reunidos em assembléia nesses mesmos dias.

Nosso companheiro Pe. Carlos Canillas, Provincial do Paraguay, seu sócio Pe. Alberto Luna, os estudantes e a eficiente equipe de leigos(as) da cúria e da CVX, foram formidáveis com o nosso grupo, assim como a equipe do Centro de Espiritualidade. Uma das tardes visitamos o Centro Histórico e as obras dos jesuítas em Assunção. Assistimos também um excelente espetáculo de música e dança sobre os Exercícios Espirituais de Santo Inácio de Loyola, na ocasião do nascimento da Fundação Jesuíta do Paraguay.

A convite do Pe. Geral, contamos tabém com a presença de vários bispos jesuítas da Amércia Latina, que puderam responder ao convite do Pe. Geral para um diálogo sobre a colaboração mútua na missão.

Agradecemos a hospitalidade dos jesuítas paraguayos, e nas vésperas de seu aniversário, confiamos os trabalhos dessa 21ª assembléia a São Roque González, o primeiro santo jesuíta latinoamericano.

Assunção, Paraguay, 6 de novembro de 2010



sábado, 6 de novembro de 2010

Morre Pe. Fernando Ávila - Jesuíta - Imortal da Academia Brasileira de Letras

O ex-Reitor da Pontifícia Universidade Católica (PUC) do Rio de Janeiro e membro da Academia Brasileira de Letras (ABL), Padre Fernando Bastos de Ávila, jesuíta, faleceu às 5h deste sábado, 6, em Belo Horizonte, aos 92 anos, devido a um câncer. Ele estava internado na Casa de Saúde Irmão Luciano Brandão.

Arquivo Pessoal/Divulgação
Arquivo Pessoal/Divulgação
Ávila (dir.) ao lado de membros da ABL


O presidente da ABL, Marcos Vinicios Vilaça, decretou luto de três dias na academia e que a bandeira da instituição seja hasteada a meio mastro. "Enquanto teve condições, ele foi um confrade de grande assiduidade e de uma presença muito importante na defesa da Doutrina Social da Igreja", afirmou Vilaça.

Carioca, nascido no bairro de Copacabana, o padre foi o criador, na PUC, da Escola de Sociologia, Política e Economia, em 1955. Em 1964, foi nomeado vice-reitor da unidade do Rio de Janeiro, e exerceu a profissão do magistério até os dias de hoje. Em 1990, foi nomeado pelo Papa João Paulo II membro da Comissão Pontifícia de Justiça e Paz. Em 14 de agosto de 1997 ingressou na ABL, ocupando a cadeira número 15. Ávila foi o sexto a ocupá-la, precedido por Dom Marcos Barbosa.

Na próxima quinta-feira, a associação fará sessão em sua homenagem, chamada "sessão da saudade". Ela será encerrada com a declaração de vacância da cadeira ocupada pelo religioso. Segundo a ABL, o padre tem quinze livros publicados, além de diversos ensaios, artigos e conferências, que pode ser classificada em sociologia teórica, problemas brasileiros, história e doutrina social da Igreja. (Fonte www.estadao.com.br.noticias)


Padre Geral dos Jesuítas na América Latina




XXI Assembléia dos Provinciais jesuítas da América Latina

(Pe. Carlos Canillas (Provincial do Paraguay) Pe. Adolfono Nicolás (Padre geral) Pe. Ernesto Cavassa (Presidente da CPAL)


Assunção, 06 nov (RV) - O Prepósito Geral da Companhia de Jesus, Pe. Adolfo Nicolás, visita atualmente a América Latina por ocasião da 21ª Conferência dos Provinciais da América Latina (CPAL).

O encontro está em andamento em Assunção, no Paraguai, terminará hoje. O tema central da assembleia é o Plano Apostólico Com

um (PAC) da Conferência dos Provinciais da América Latina para o período 2010-2020. Participam do encontro os provinciais jesuítas e os superiores regionais, além dos assistentes de Padre Nicolás para a América Latina e os representantes da Companhia de Jesus no Caribe. Ao todo 31 pessoas.
Pe. Nicolás terá um encontro com os bispos jesuítas da América Latina, convidados pelo próprio Geral. Segundo Pe. Nicolás, a idéia é reforçar os laços de fraternidade entre os jesuítas e receber sugestões dos bispos, chamados a um serviço na Igreja que os permite ver a Companhia de Jesus de uma perspectiva privilegiada.

O Prepósito Geral visitará algumas obras dos jesuítas nas Províncias do Paraguai, Argentina, Uruguai e Chile. A visita de Pe. Nicolás pela América Latina se encerra no próximo dia 13.

sexta-feira, 5 de novembro de 2010

Oração pelas vocações à Companhia de Jesus



Hoje, 05 de novembro, é o dia dedicado a memória de Todos os Santos e Beatos da Companhia de Jesus. A Conferência dos Provinciais Jesuítas da América Latina (CPAL), reunida em sua 21ª assembleia no Paraguay e contando com a presença do nosso querido Pe. Geral Adolfo Nicolás, convida a todos os jesuítas, amigos e colaboradores a rezar em particular e comunitariamente pelas vocações. Partilhando a mesma experiência de Jesus quando disse: "A messe é grande, mas os trabalhadores são poucos. Peçam ao dono da messe que envie trabalhadores para a colheita"(Mt 9, 37-38). Queremos abrirnos as necessidades mais profundas de nossos povos, por isso que pedimos ao Pai que siga enviando outros companheiros dispostos a entregar suas vidas ao serviço de Deus nos pobres e abandonados.

Os santo e beatos da Companhia de Jesus formam a nuvem de testemunhas que nos ajudam a fixar nosso olhar em Jesus para sentir como Ele e rezar com Ele. Graças a Deus, essas testemunhas são muitas, procedentes de vários países e lugares, e vinculados a diferentes momentos da história. Eles souberam seguir a Jesus Cristo no seio da Igreja e da sociedade. Eles encarnaram de forma exemplar o desejo inaciano de "... em tudo amar e servir..." e "...não querer buscar outra coisa que a maior glória de Deus...", saindo de "...seu próprio amor, querer e interesse..." como nos escreveu o próprio Santo Inácio de Loyola no livros dos Exercícios Espirituais (EE 233 e 189)
Além dos 44 santos e mais de 130 beatos proclamados, existe, também, um forte grupo de companheiros, mais de 200, a espera de serem reconhecidos como beatos. A lista de todos os santos da Companhia pode ser encontradado aqui :www.jesuitasdeloyola.org
Fonte: http://www.cpalsj.org

terça-feira, 2 de novembro de 2010

Jesuítas pelo Mundo - Pe. Anísio.sj - Terceira Provação no Sri Lanka

O Padre Anísio é jesuíta da Província do Centro do Brasil. Trabalhamos juntos quando ele fazia teologia e eu filosofia, isso em Belo Horizonte pelos anos de 2001 e 2002. Nosso trabalho era com Exercícios Espirituais para comunidades paroquiais, etc. Foi uma bonita experiência. Hoje ele está fazendo a sua Terceira Provação (última etapa de formação de um jesuíta) no Sri Lanka (Ásia). Nesta foto eles acabaram de ter uma aula sobre a cultura budista. Anísio é o único que na foto tem barba em pé da esquerda para direita). Vamos rezar por ele e pela Companhia de Jesus que está presente naquele continente. Pe. Laércio.sj - AMDG